O refluxo gastroesofágico (DRGE) é causado por uma disfunção do músculo que “fecha” a passagem entre esôfago e estômago, fazendo com que o ácido gástrico chegue ao esôfago, causando uma inflamação chamada esofagite.

Segundo Dr. Eduardo Usuy, a dor e os incômodos causados pelo refluxo gastroesofágico podem ser tratados com algumas medidas simples, confira!

Como tratar o refluxo gástrico

O tratamento nos estágios iniciais consiste, basicamente, em modificar alguns hábitos alimentares. Vale ressaltar que mais importante que evitar alimentos nocivos – como os que contêm cafeína, gordura, gás, menta e álcool – é ingerir pequenas quantidades em cada refeição e nunca encher completamente o estômago, principalmente antes de se deitar, pois o estômago cheio facilita o “vazamento” de ácido para o esôfago.

Em casos mais avançados, medicamentos inibidores de bomba de próton, como o Omeprazol, podem ser indicados pelo médico, principalmente para diminuir a queimação e auxiliar na cicatrização das lesões da esofagite. Casos mais graves podem ser tratados com cirurgia, que apresenta excelentes resultados.

Entretanto, os pacientes que já não respondem aos tratamentos iniciais, mas não querem ou não podem se submeter a cirurgias, podem ser tratados por endoscopia, com os mesmos resultados da cirurgia, mas sem a necessidade de cuidados do pós-operatório.

post-video-usuy-cta1