A flora intestinal é repleta de bactérias fundamentais para a saúde do organismo. As bactérias nativas da microbiota intestinal não se proliferaram deliberadamente, elas existem em concentrações específicas e em determinadas regiões. Entre bactérias anaeróbias estritas (por exemplo: Fusobacterium, Peptoestreptococcus, Bifidobacterium), anaeróbias facultativas (como as Escherichia coli, Enterococcus fecalis), temos cerca de 10¹⁴ UFC (unidade formadora de colônias) de bactérias, de mais de 500 espécies diferentes, além de Lactobacillus e outros organismos procarióticos e eucarióticos. Essas bactérias têm papel fundamental no processo digestivo, realizando funções metabólicas importantes, e ainda formam uma espécie de barreira de proteção contra micro-organismos patogênicos, aumentando a imunidade. Por isso, a saúde está relacionada ao bom funcionamento da microbiota intestinal, e suas disfunções podem ter causas diversas, desde uma gastroenterite, passando pelo Supercrescimento Bacteriano do Intestino Delgado (SCBID), Síndrome do Intestino Irritável (SII), até problemas crônicos, como as Doenças Inflamatórias Intestinais (DII) que devem ser sempre avaliadas por um especialista.

 

SUPERCRESCIMENTO BACTERIANO DO INTESTINO DELGADO (SCBID)

Entre as doenças que acometem o intestino, o Supercrescimento Bacteriano do Intestino Delgado (SCBID) é bastante comum, e, mesmo assim, nem sempre é diagnosticada rapidamente, pois seus sintomas são similares aos de muitas outras doenças gastrointestinais.

 

O que é o Supercrescimento Bacteriano do Intestino Delgado (SCBID)?

Se comparada ao intestino grosso, a microbiota do intestino delgado apresenta um número bem menor de bactérias (cerca de 10000/ ml de fluido). O SCBID é a presença descontrolada no intestino delgado de bactérias normalmente presentes no intestino grosso.

 

Causas do SCBID

Esse supercrescimento pode ser provocado não somente por um aumento na reprodução, mas também por mutações das bactérias do intestino grosso causadas por fatores, como:

– Diabetes mellitus;

– Esclerodermia;

– Inflamações ou disfunções do pâncreas;

– Diverticulite;

– Quimioterapia;

– Alguns contraceptivos orais;

– Uso prolongado de determinados antibióticos;

– Dieta rica em açúcares e carboidratos refinados;

– Consumo excessivo de álcool.

 

Sintomas do SCBID

O Supercrescimento Bacteriano do Intestino Delgado pode causar um ou mais dos sintomas listados a seguir:

– Flatulência;

– Dispepsia crônica (dor ou desconforto estomacal, sensação de estufamento e/ou queimação);

– Diarreia crônica ou intercalada com episódios de prisão de ventre;

– Intolerâncias alimentares (glúten, lactose, frutose etc.);

– Presença de gordura nas fezes devido à má absorção.

 

Diagnóstico do Supercrescimento Bacteriano do Intestino Delgado

Além da observação dos sintomas (anamnese) e exames clínicos, para um rápido e certeiro diagnóstico, o teste de hidrogênio expirado é bastante recomendado.

 

Como tratar o SBID

Com o diagnóstico correto, é possível tratar as causas do supercrescimento bacteriano, por exemplo, doenças autoimunes e intolerâncias.
Quando as causas forem outras, probióticos e antibióticos podem ser indicados a fim de controlar o crescimento descontrolado sem prejudicar a flora intestinal.

Uma dieta saudável, com pouco consumo de açúcar, gordura e farinhas refinadas, e alta ingestão de frutas, verduras, legumes e carnes magras.