Antes de explicar o que são cálculos biliares (popularmente chamados de “pedra na vesícula”), é importante entender o que é a vesícula biliar. A vesícula é um pequeno órgão em forma de pera que fica sob o fígado. Ela armazena a bile, um fluido que tem como função auxiliar o organismo a quebrar gordura. Já os cálculos biliares são pedras que se formam dentro da vesícula biliar. As pedras podem aparecer como pequenas manchas ou ainda ficarem tão grandes quanto toda a vesícula biliar, que pode ter até seis centímetros de comprimento.

 

Em seu funcionamento normal, a vesícula se “enche” de bile entre as refeições para lançar a secreção no intestino após a ingestão de alimentos gordurosos. Os cálculos biliares podem causar irritação ou até entupir a vesícula. Em alguns casos, as pedras podem ser “empurradas” para fora da vesícula, atrapalhando até o funcionamento do fígado ou do pâncreas.

 

QUAIS OS SINTOMAS DE PEDRA NA VESÍCULA?

Na maioria dos casos, os cálculos são assintomáticos, ou seja, não apresentam sintomas, mas também podem causar:

  • Dor no ventre, no lado direito logo abaixo da caixa torácica ou na parte superior, no meio da barriga;
  • Dor nas costas ou no ombro direito;
  • Náuseas e vômitos.

Com o passar do tempo, o problema pode evoluir e causar complicações mais sérias, como:

  • Icterícia, em função do deslocamento do cálculo (que sai da vesícula e obstrui o ducto biliar (colédoco);
  • Infecção da vesícula biliar (colecistite);
  • Inflamação do pâncreas (pancreatite) e infecção abdominal grave (colangite), que podem levar à morte.

 

COMO EVITAR O SURGIMENTO DE CÁLCULOS BILIARES?

A adoção de hábitos alimentares mais saudáveis é o primeiro passo para evitar o aparecimento de pedras na vesícula. Além disso, é importante evitar o consumo de álcool, frituras, carne vermelha; alimentos processados; lácteos; açúcar refinado; margarina e adoçantes artificiais. Pessoas com diagnóstico de obesidade também devem ficar atentas a possível ocorrência de cálculos biliares.

 

COMO É FEITO O DIAGNÓSTICO?

Como muitas vezes os pacientes não apresentam sintomas, o diagnóstico de cálculo biliar é feito por ultrassom, mas outros exames podem ser solicitados.

 

QUAIS AS FORMAS DE TRATAR CÁLCULOS BILIARES?

Há, inicialmente, três formas de tratar pedra na vesícula. O tratamento dependerá do tamanho dos cálculos e da intensidade dos sintomas.

* Quem não apresenta sintomas, deve somente acompanhar o desenvolvimento dos cálculos com exames periódicos e consultas médicas.

* Medicamentos para dissolver os cálculos biliares também podem ser indicados para pacientes assintomáticos;

* Litotripsia, ou seja, ondas de choque para quebrar as pedras, pode ser indicada a pacientes que não podem se submeter à cirurgia;

* Cirurgia para retirada da vesícula, geralmente feita por videolaparoscopia.

 

Pedra na vesícula