Hérnias são projeções de um órgão para fora dele. Ou seja, é um deslocamento de uma parte do órgão, formando uma saliência externa. As hérnias mais comuns são as: de disco, na coluna; a inguinal, na virilha; a umbilical, no umbigo; e a de hiato, no abdômen. O hiato não é um órgão, mas um pequeno orifício no diafragma, pelo qual passa o esôfago. A hérnia de hiato ocorre quando uma parte do estômago se projeta através do hiato em direção ao diafragma.

Há dois tipos de hérnia hiatal:

  • de deslizamento, que é o tipo mais comum e acontece quando parte do estômago e do esôfago se comprimem logo acima do diafragma;
  • paraesofágica, que ocorre quando parte do estômago se projeta acima do diafragma. Esse tipo de hérnia é mais raro, mas também mais grave, pois pode causar uma dobra no estômago.

 

QUAIS AS CAUSAS E OS SINTOMAS DA HÉRNIA DE HIATO?

Ainda não há certezas sobre o que causa a hérnia, mas elas são comumente relacionadas à obesidade.

Normalmente, as hérnias hiatais são assintomáticas, ou seja, não apresentam sintomas. Alguns casos, no entanto, podem causar refluxo gastroesofágico, doença que se apresenta, geralmente, com os seguintes sintomas:

  • azia (queimação) no peito/ estômago;
  • queimação na garganta;
  • dor abdominal;
  • dificuldade para engolir;
  • rouquidão;
  • tosse seca.

 

COMO SE DÁ O DIAGNÓSTICO DE HÉRNIA DE HIATO?

Mesmo existindo um exame para diagnosticar a existência de hérnia hiatal, na maior parte dos casos ela é descoberta enquanto o paciente realiza exames para constatar outras doenças, por exemplo, por ultrassonografia ou por endoscopia.

 

COMO TRATAR HÉRNIA DE HIATO?

Em casos graves, o tratamento pode ser feito por cirurgia laparoscópica para corrigir a hérnia de hiato. No entanto, a doença do refluxo  como consequência da hérnia de hiato pode ser tratada clinicamente com a prescrição de antiácidos  e mudança de hábitos para diminuir os sintomas, por exemplo:

  • dieta balanceada, rica em alimentos frescos;
  • ingestão restrita de condimentos, gorduras e alimentos processados;
  • não fumar;
  • evitar bebida alcoólica;
  • não ingerir líquidos durante as refeições;
  • alimentar-se mais vezes, em pequenas porções;
  • não se alimentar pouco antes de dormir;
  • usar travesseiros altos.

 

O melhor tratamento para a doença do refluxo que é mais comum e pode ser consequência da hérnia de hiato é perder peso  para o caso das pessoas que precisam emagrecer.

ATENÇÃO: Muitas vezes, a dor no peito pode ser provocada pelo refluxo, em consequência da hérnia de hiato; esta pode ser confundida com a dor da angina ou de outros problemas cardíacos, por isso, busque sempre orientação médica!