Mais que uma questão estética, a gordura localizada na região do abdômen é uma das mais incômodas, difíceis de perder e, o pior, é a que mais oferece risco à saúde. As causas da gordura abdominal são as mesmas do sobrepeso e da obesidade: alterações genéticas, metabólicas e de comportamento que podem levar ao excesso de peso.

A relação entre a circunferência da cintura e a do quadril (RCQ) é usada para calcular o risco cardíaco, e, além de problemas cardiovasculares, o excesso de gordura abdominal também está relacionado a outras doenças como colesterol alto, hipertensão, aterosclerose, lipidose (gordura no fígado) e diabetes. Por isso, perder gordura da barriga é muito mais que uma questão estética, é saúde!

 

GORDURA VISCERAL: POR QUE “PERDER A BARRIGA” É IMPORTANTE PARA MELHORAR A SAÚDE?

A gordura visceral é a que se concentra na cavidade abdominal, em camadas mais profundas, e envolve órgãos internos essenciais para o bom funcionamento do sistema digestivo e de todo o organismo, como estômago, fígado, intestinos, pâncreas, além dos rins e do coração. Quando a gordura visceral atinge níveis elevados, a saúde é posta em xeque, com o aumento significativo do risco de doenças como dislipidemia (alterações nos níveis de lipídios ou lipoproteínas no sangue) que, por sua vez, aumenta as chances de desenvolver pancreatite aguda e outras doenças citadas acima, e ainda é um agravante em casos de embolia pulmonar, de doenças endócrinas.

 

SOBREPESO E OBESIDADE RELAÇÃO ENTRE A CIRCUNFERÊNCIA DA CINTURA E A DO QUADRIL

Engana-se quem pensa que somente pessoas obesas têm risco cardiovascular aumentado por causa da relação cintura-quadril. Esse é um problema que afeta muitas pessoas, até algumas consideradas magras, mas que apresentam a famosa “barriga de chope”.

Para saber se você tem risco cardiovascular aumentado em função da relação entre a cintura e o quadril, basta dividir a circunferência da cintura (medida dois dedos acima do umbigo) pela circunferência do quadril (medida na parte mais larga das nádegas). O resultado não deve ultrapassar 0,80 para mulheres e 0,90 para homens.

Confira a tabela completa abaixo.

perder barriga

 

COMO O BALÃO INTRAGÁSTRICO AJUDA A PERDER BARRIGA?

O balão intragástrico é indicado para pessoas com Índice de Massa Corporal (IMC) maior que 27 kg/ m2, que desejam perder peso de forma efetiva e com saúde, ou como preparo pré-operatório para pacientes superobesos que apresentem alto risco cirúrgico.

Trata-se de uma técnica que reduz capacidade de reserva gástrica, dando sensação de saciedade mais rapidamente, fazendo com que o paciente ingira menor quantidade de alimentos e, por consequência, de calorias.

O balão intragástrico é um auxiliar do processo de emagrecimento, o balão, é bastante eficiente quando combinado a uma dieta saudável, de baixa caloria, e a exercícios físicos.

 

[Leia mais: A eficiência do balão intragástrico como tratamento facilitador da perda de peso é cientificamente comprovada]

 

Uma pesquisa (SALLET, J. A. et al. Brazilian multicentric study of the intragastric balloon) realizada com 573 pacientes com sobrepeso que realizaram tratamento para emagrecer utilizando balão intragástrico associado à adoção de hábitos de vida saudáveis (alimentação + exercícios) mostrou que após seis meses de tratamento, os pacientes apresentaram, em média, perda de 48% do excesso de peso inicial e uma redução de 5,3 de IMC.

Essa perda reflete diretamente na gordura abdominal e, consequentemente, na diminuição do risco de doenças cardiovasculares.

 

perder barriga